sexta-feira, 30 de agosto de 2013

All Thanks To a Waterfall - Parte 8.

Demetria's POV.
Apartamento de Joseph. 
Ás 11h e 48min.
Eu ainda não acredito que aceitei vir para o apartamento do Joseph. E também não acredito que eu o reencontrei. E agora como irei contar à ele que Matt é filho dele.
— Demi? — Chamou-me.
— Sim? — Disse observando Matt que brincava com Lola, a cachorrinha de 1 ano e meio de Joe. 
— Por que você foi embora? — Perguntou com os olhos marejados.
— Por que você me disse aquilo? — Olhei-o com os olho lacrimejando.
— Eu fiquei estressado. 
— Estressado com o quê? — Perguntei exaltada.
— Você estava querendo ir muito rápido. — Disse elevando o tom de voz, quase gritando. 
— Eu só pedi para manter contado. — Disse já chorando.
— Você queria namorar comigo! — Gritou. 
— NÃO GRITA COMIGO! — Esbravejei, gritando. Ele suspirou.
— Desculpa. — Pediu murmurando. 
— Por que você não quis manter contato? — Perguntei em meio á soluços.
— Eu queria, só que... — O Interrompo. 
— Que? 
— Que a Blanda me ligou e me deixou confuso com meus sentimentos. — Abaixou a cabeça.
Quando ele falou aquilo veio flashbacks em minha cabeça da noite em que me entreguei à ele.

Flash on.
— Demi, eu quero você. — Disse, ofegando.
— Joe... — Ele a interrompi.
— Eu te amo. Eu quero fazê-la minha. 
Flash off.
Flash on.
— Quer saber. — Demi  olhou-me. — Eu vou voltar com a Blanda, sim. E eu não quero manter contato com você, pois eu não gosto de você, eu não sinto nada por você e eu NÃO TE AMO. Eu só falei que te amo por que tô carente, mas não se preocupe a Blanda resolve isso pra mim. — Disse cuspindo as palavras na cara da Demetria que me olhou chorando horrores.
Flash off.
Comecei a chorar ao lembrar disso e Joe me olhou confuso e desesperado.
— Por que você fez aquilo comigo? Eu te amava tanto. Mesmo lhe conhecendo apenas á dois ou três dias. Eu lhe amava. — Disse chorando e olhando para ele.
— Amava? Não ama mais? — Ele perguntou com o olhar triste.
— Eu não sei. — Confessei confusa.
— A Blanda deixou-me confuso e por causa disso eu acabei perdendo você. Me perdoa? — Pediu ajoelhando-se em minha frente. — Me perdoa Demi?
— Joe... — Ele me interrompeu.
— Por favor, Demi? — Implorou de um jeitinho muito fofo.
— Por mais que eu te odeie pelo que me fez passar, eu lhe perdoo.
Joe abriu um largo sorriso, pegou minha mão e me puxou para um abraço apertado. Ai como era bom senti-lo em meus braços novamente. Depois de alguns minutos abraçados, Matthew apareceu na sala me chamando, queixando-se de que estava com fome. Eu e Joe nos separamos rapidamente.
— Mamãe eu quero comer. — Disse fazendo bico.
— Já vamos para a casa filho.  — Sorri para Matt, que assentiu.
— Não! — Eu olhei-o. — Quer dizer, fiquem aqui. Vamos conversar, matar a saudade. — Disse a última frase num sussurro, mas eu pude ouvir.
— Joe, você tem de voltar para o trabalho. 
— Eu peço pro Austin me dar o resto do dia de folga, por favor. — Pediu fazendo biquinho.
Olhei para Matt que concordou sorrindo. 
— Tá bom. — Joe sorriu. 
— Vamos. — Puxou eu e Matt pela mão.
— Para onde? 
— Para a cozinha. Irei fazer lasanha.
[...]
Joseph's POV.
Apartamento do Joseph.
Ás 13h e 37min.
Já havia ligado para Austin e ele me deu duas semanas de folga, o por quê eu não sei ma eu gostei disso.  Havíamos comido lasanha, a minha lasanha, e eles adoraram. Agora, Demi, Matt e eu estávamos na sala assistindo televisão e rindo á beça. Quer dizer, eu e Demi riamos, Matt estava quase dormindo no colo da mãe.
— Mamãe, to com soninho. — Disse coçando os olhinhos.    
— Quer dormir? — Perguntou pegando Matthew no colo. Ele assentiu.
Demi é tão carinhosa com o filho mas, eu queria saber quem é o pai dele. Será que Demi se envolveu com alguém depois de mim. Eu nunca fiquei com ninguém nem nada pois não consiguia tirar Demi da minha cabeça, mas parece que ela me esqueceu rápido demais.
— Quer por ele no meu quarto, Demi? 
— Posso? 
— Claro. — Sorri. — Segunda porta à direita.
Demi subiu com Matt e eu fiquei na sala sorrindo que nem um idiota para o nada. Minutos depois Demi desceu as escadas mordendo os lábios com um sorriso tímido no rosto. O que será que aconteceu lá em cima?
— O que foi? 
— Como conseguiu esse desenho meu? — Perguntou após sentar-se ao meu lado. Sorri tímido.
— Eu lhe descrevi para o meu irmão Nick e ele lhe desenhou, já que ele desenha muito bem.  — Demi sorriu.
— Quando você escreveu essa carta? Perguntou tirando pegando o envelope fechado do bolso que estava junto com o desenho e que estava escrito 
"De: Joseph Jonas,
 Para: Minha vida, Demetria."
— Mexeu nas minhas coisas? — Perguntei indignado.
— Não, estava sob o criado mudo. 
— Abre. — Pedi. 
— Posso? — Ela perguntou e eu apenas assenti. 
Demi abriu o envelope e começou a ler em voz alta. a carta estava velha, pois eu a havia feito depois que Demi foi embora há cinco anos.
Carta:


Demi terminou de ler a carta chorando e eu estava com lágrimas nos olhos. Demi me olhou e eu disse: 
— Eu te amo, Demi. Volta pra mim? — Disse com a voz embargada.
~To Be Continued.


Olá amores,
Gostaram?
A pedido do anônimo eu vou fazer uma mini-maratona segunda. Você querem três capítulos de A Amante ou eu posto essa mini-fic até acabar na maratona, vocês escolhem ok?!
Gente, a história está chata ou sei lá? É que vocês não estão comentando poxa :''''(. Eu tenho 61 seguidores e quase ninguém comenta. E tem blog que tem menos de 50 seguidores e tem mais de 10 comentários. Qual é gente magoou. Antes vocês comentavam bastante e agora "puft" os comentários sumiram, foi por causa do que aconteceu com a Rebecca? Qual é meu, isso é águas passadas. Eu perdi seguidores por causa disso? Pois eu sei que a Rebecca não lê mais meu blog, isso eu tenho certeza, mas o que os outros tem haver com isso? Mas tudo bem, deixa pra lá.
Bem, comentem e marquem no "oi eu li" ok?!
Beijos meus pandas.

5 comentários:

Iza Moraiis disse...

postaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, ta lindo demaiiiiiis posta logo

Daniele Ferreira ♥ disse...

Oh,o que vai acontecer?Tentei comentar o outro capítulo mas estava pelo celular :(
enfim,a Demi tem que voltar!

Ana disse...

faz maratona dessa ate terminar :D
Linda demais a historia *-*

Lisinahi!!!!!!! disse...

oi linda,
sou sua nova seguidora e tou amando sua fic.
desejo k vc acabe logo a minific, eu to me matando de curiosa.
POSTA LOGO.BJONAS

Srta. Erika Lovato! disse...

Heey minha gata *-*
Desculpa pela demora em comentar, tava muito sem tempo, até comentei no meu blog isso =p
Geente, que fofo o Joe, quase morri com a carta!
Ela precisa VOLTAR com ele!
Matt 100% fofo u.u
Pera, esse desenho é seu? Puta que pariu mlhr, o que é isso? Parece uma foto, sei lá, muito perfeito *--*
Poosta loogo!
Beeijos <3