quinta-feira, 8 de agosto de 2013

A Amante - Capítulo 23 Big.

Isso não irá dar certo!
— Como assim? — As duas perguntaram confusas.
É melhor desistir!
— Ele vai se divorciar da Vanessa. — Disse confiante.
Ainda dá tempo de desistir!
— Como? — Perguntaram novamente.
Última chance, DESISTA!
— Eu vou...
Ah, quer saber, eu é que desisto!
— Eu vou proibi-lo de ver qualquer coisa da gravidez, a gestação e vou fazer ciúmes nele. — Sorriu maldosa.
— Espera, você vai esconder a gravidez do Joe? — Perguntou Miley indignada.  
— Não, eu não vou deixá-lo acompanhar a gravidez. — Disse descendo as escadas e indo até a cozinha. Selena e Miley seguiram-a.
— Mas isso é errado Demi. Ele é o pai da criança. — Disse Selena.
— Pode até ser Selena, mas, eu não quero ver quando meu filho nascer, um pai que tenha poucos dias presente em sua vida. Por que estando com a Vanessa ele quase não verá nosso filho ou filha crescer. — Demi disse com uma feição triste no rosto. Ela sentou na cadeira do balcão cabisbaixa. 
— Isso pode até ser verdade. Mas Demi, não faça isso, ele tá tentando concertar as coisas. — Selena abraçou Demi de lado.
— Eu sei, mais eu estou sofrendo com essa história. — Demi levantou da cadeira e foi até a sala. 
— Você quer mesmo fazer isso? — Perguntou Miley.
— Se eu não fizer isso Miley, quem sabe quanto tempo ele ainda vai me enrolar com o divórcio. — Disse estressada.
— Você é que sabe. E não precisa se estressar tá! — Miley,  literalmente pulou no sofá.
— Desculpa. E não pula no meu sofá e tira o pé dele, vai sujar. — Empurrou os pés de Miley para fora do sofá.
— Chata! — Deu a língua, emburrada e sentou-se no sofá com os braços cruzados abaixo do seio e com um biquinho.
Selena e Demetria riram de Miley. 
No outro dia.
Eram seis da manhã Nicholas havia acabado de acordar com seu despertador, que estava estraçalhado no chão perto da parede, pois Nicholas irritou-se com ele e o atacou na parede. Nick se espreguiçou na e depois levantou-se da cama. Ainda sonolento Nick caminhou até seu banheiro mas antes chutou seu criado-mudo e o xingou mentalmente.
Nicholas já estava pronto. De banho tomado, de terno e cheiroso, ele desceu as escadas para tomar seu café. Abriu o armário e pegou seu cereal, pegou o leite e uma tigela e serviu-se com o que tinha.
Eu preciso urgentemente fazer compras, pensou Nick. 
Nick estava distraído comendo se seral, quando seu celular apitou. Havia chegado uma mensagem.
Mensagem on.
De: Anônimo.
Para: Nicholas Hemsworth.
Texto: Termine com a Lovato ainda hoje, se não ela e o filhinho dela sofrerão sérias consequências.    –A.
Local: Desconhecido.
Mensagem off.
Filhinho? Do que é que ele estava falando, Demi não estava grávida. Como ela estaria grávida sendo que nunca foram para a cama juntos.
Nicholas ficou intrigado com o que leu e mandou uma mensagem para o “anônimo”.
Mensagem on.
De: Nicholas Hemsworth.
Para: Anônimo.
Texto: Quem é você? O que quer? E que história é essa de filho? A Demi não tem filho e ela não está grávida.
Local: Rua. Washington.
De: Anônimo.
Para: Nicholas Hemsworth.
Texto: Um dia você vai descobrir quem eu sou. E o que eu quero, eu quero acabar com você, você me roubou o que eu tinha de mais precioso. A tua namoradinha não te contou ainda. Ela está grávida de... De quem eu sei, mas não posso dizer porque ela é que vai te contar. Termine com a Demetria, Dewey. Ou ela diga adeus a ela e aquela berração que está dentro dela.
Local: Desconhecido.     –A.
De: Nicholas Hemsworth.
Para: Anônimo.
Texto: Como você sabe do “Dewey”? Por que eu tenho que terminar com a Demi? Como sabe que ela está grávida? Quem é o pai? Como você sabe disso?
Local: Rua. Washington.
De: Anônimo.
Para: Nicholas Hemsworth.
Texto: Por que eu presenciei tudo. Você tem que terminar com a Demetria, porque com você eu não posso me vingar de você e de Joseph. Eu já te disse tem gente minha vigiando você, Demetria e Joseph vinte e quatro horas por dia. Ela é quem vai dizer quem é o pai. E n]ão é da sua conta como eu sei das coisas. E sem mais perguntas.     –A.
Local: Desconhecido.
Mensagem off.
Nick guardou seu iphone e pegou suas coisas e foi para a empresa. Mas, pegou um engarrafamento. No meio do trânsito, Nick ficou pensando no que o “anônimo” havia dito.
Será mesmo que Demi está grávida? E ainda por cima escondeu isso dele? Mais quem era o pai? Essa história estava muito mal contada. E Nicholas iria tirar essa história confusa á limpo, quer queira ou não.
Depois do engarrafamento Nicholas chegou na empresa, estacionou seu carro e adentrou a empresa. Pegou o elevador e subiu até a sala de Demetria. Ele queria essa história em pratos limpos.
Nick nem bateu na porta, ele entrou com tudo, assustando Demi, que lia um papel. Nick fechou a porta atrás de si e parou em à frente á Demi e a encarou.
— Tá tudo bem? — Perguntou preocupada.
— Que história é essa de você estar grávida? — Ele perguntou serio.
— Quem te contou isso? — Perguntou nervosa, ele riu.
— Não interessa. — Disse frio. — Você está ou não está grávida? — Perguntou elevando o tom de voz.
— Como eu estaria grávida, sendo que nunca transamos. — Ela disse, nervosa.
— Traindo-me? — Perguntou com um sorriso irônico no rosto.
— Quem te contou isso? — Ela perguntou.
— Então é verdade? — Perguntou surpreso.
— Eu não disse nada, eu apenas perguntei quem te contou? — Perguntou, ficando frente á frente com ele.
— Quer saber quem me contou? — Ele perguntou, enfurecido. Ela assentiu. — Aquele “anônimo”. 
— E você vai acreditar no que aquele imbecil diz? — Ela perguntou irritada. Só podia ser brincadeira. Mais um para lhe infernizar.
— Eu não sei, eu  vou acreditar Demi? — Perguntou irônico, elevando ainda mais a voz, quase gritando.
Demi deixou as lágrimas rolarem por seu rosto. Não dava pra mentir, não aguentava mais mentir. Era á hora da verdade.
Demi assentiu.
— Vai. — Disse num sussurro.
— Eu não acredito. Você está me traindo Demi? — Ela assentiu. — Desde quando?
— Desde antes de nós começarmos a namorar. — Disse entre lágrimas.
— Como assim? — Ele perguntou confuso. Ela já estava com o cara ates mesmo de aceitar a namorar com ele? Então, porque aceitou? Isso está muito confuso!
— Se eu te contar, você vai  me prometer que não vai contar para ninguém? — Ela perguntou. Ele a olhou desconfiado.
— E o que eu vou ganhar com isso? — Perguntou. Demi suspirou. Oh, vida difícil!
— A Selena. — Deu um meio sorriso.
— A Selena? — Perguntou arqueando as sobrancelhas.
— Sim, a Selly. — Suspirou.
— Tá bom, eu não conto pra ninguém. — Disse já mais calmo.
— Eu... Sou a amante do Joe. — Disse num sussurro.
— O QUÊ? — Gritou, surpreso. Ela era a amante do Joe. Mas... Como? Ela sempre o desprezava e o xingava? Isso é confuso demais!
— Como assim, Demi? Eu achei que você e ele se odiavam? — Nick sentou-se no sofá e Demi também.
— Não, isso é só para não desconfiarem de nada. Na verdade eu e Joseph nos amamos desde o primeiro dia em que nos vimos. — Demi abaixou a cabeça. — Eu não queria te usar e muito menos lhe magoar. Você nunca me fez mal algum. Desculpe-me Nick mas, se eu não fizesse isso. Sabe se lá o que Vanessa faria de mim.
— Eu te entendo. Foi pro seu bem. — Deu um meio sorriso. — Não tem problema, Demi. Eu nunca te amei, você sabe disso. Eu tenho um carinho, um afeto muito grande por você, mas isso que sinto por você não é amor. Pela Selena sim é amor. Mas ela não sente o mesmo por mim. — Nick disse cabisbaixo.
— Quem disse? — Demi perguntou sapeca.
Nicholas a olhou confuso.
Essa menina é bipolar, só pode, pensou Nick.
— Como assim, Demi? A Selena sente algo por mim? — Nick perguntou, animado.
— Sim. — Sorriu de lado. — Não conta pra ninguém sobre eu ser a amante do Joe ok?! E nem pra Liam. — Nick assentiu. — Obrigada Nick. — Demi o abraçou, e ele retribuiu o abraço.
— De nada. Aliás, não estamos mais namorando né? — Ele perguntou.
— Não.
[...]
Horas depois Demi havia acabado de chegar no Starbucks, eram umas três da tarde e ela resolveu tomar um café. Demi saiu de seu carro, e caminhou em direção ao Starbucks distraidamente cantando um trecho da música Wide Awake de Katy Perry.
— Yeah, I was in the dark
I was falling hard
With an open heart
I'm wide awake
How did I read the stars so wrong?
Demi cantava distraidamente que nem viu um homem parado em sua frente e esbarrou no mesmo.
— Me desculpa. — Disse uma voz grossa.
— Ai, não me desculpa eu. — O olha.
— Olá, sou o Wilmer. — Sorriu para Demetria.
— Olá, sou Demetria. — Sorriu de volta.
— Você tem algum compromisso agora? — Perguntou, olhando Demi de cima abaixo.
— Não, porque? — Perguntou, tímida.
— Gostaria de tomar um café comigo no Starbucks?
— Claro. — Respondeu sorrindo. — Não tenho nada para fazer mesmo. — Disse rindo.
— Então, vamos? — Estendeu a mão para Demetria que pegou sorrindo. 
~To Be Continued.     


Oi bebês,
Quem leu o post “Má notícia.” Sabe o que aconteceu não é? Pois bem, eu queria pedir perdão pra Rebecca. Perdão Rebecca!
Talvez amanhã ao invés deu postar um capítulo da fic, eu poste uma mini-fic que eu fiz ok?! TALVEZ.
Bem, comentem ou marquem no “oi eu li”.
Beijos meus pandas.

3 comentários:

Iza Moraiis disse...

Lindoooo, posta logoooooooo
To super anciosaaa, aaaaaaa super curiosaaa aqui

Anônimo disse...

POSTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA :D

Anônimo disse...

olha só sou leitora nova ,então ñ sei se seu blog é igual ou ñ de outra pessoa o importante é q tu escreve muito bem comecei a ler hj sua fic a amante e estou aqui ansiosa p ler o restante dela ...sério é uma otima historia vc vai voltar a posta-la ????? espero q sim pois realmente gostaria de terminar de lê-la