sexta-feira, 12 de julho de 2013

A Amante - Capítulo 8.

Demetria estava na empresa Jonas, mexendo no netbook, quero dizer, jogando no netbook. Até um ser a interromper, abrindo bruscamente a porta de sua sala e a adentrando.
— Que isso? Uma invasão? — Perguntou divertida, olhando com as sobrancelhas arqueadas e com  um sorrisinho no rosto para o ser que, agora, estava arqueado em sua mesa.
— Boba! — Comentou rindo. Demetria riu.
— Feche, ou melhor, tranque a porta. — Apontou para a porta, enquanto fechava seu netbook.
— Pronto. — Caminhou lentamente até o sofá sentando-se. — Vem cá. — Chamou Demetria, fazendo um gesto chamando Demi e batendo no assento ao lado.
Demetria levantou-se de sua cadeira de couro e foi em direção a ele. Sentou-se na assento ao lado e lhe deu um beijo estalado em sua bochecha, fazendo-o rir.
— O que fazia naquele notebook? — Perguntou tirando uma mecha do cabelo de Demi que insistia em cair em seu olho.
— Jogando. — Respondeu sorrindo e acariciando sua bochecha.
— Jogando em pleno trabalho. Que coisa feia Demetria. — Disse tentando parecer sério, mas acabou rindo, fazendo Demi gargalhar da idiotice do amigo.
— Ei, não me culpe. Não há nada de interessante para fazer. — Disse entrando no joguinho bobo do rapaz.
— Eu sei. Não tô brabo contigo não, bebê. — Sorriu fraco, passando o polegar na bochecha rosada de Demi.
— O que houve? — Perguntou preocupada.
— Liam me contou. — Disse afastando-se de Demi.
— Er... Ela não vai desistir. — Passou as mãos pelos cabelos negros e brilhantes do rapaz.
— Ela já sabe de tudo né? — Perguntou tristonho.
— Uma hora ela ia descobrir. — Bagunçou os cabelos do garoto.
— Eu pensava que ia demorar. — Deitou-se no sofá, colocando sua cabeça nas coxas de Demi.
— Pensava que ela nem desconfiaria até o dia que você resolvesse contar é? — Disse afagando os cabelos do garoto, que estava de olhos fechados apreciando a carícia.
—  Não. Não sei. Sabe, eu acho que fui meio burro em me precipitar. — Disse passando as mãos pelas coxas de Demi, fazendo-a arrepiar-se com o toque.
— Eu também acho. Você deveria ter esperado mais um pouco. Não ter ido direto aos finalmente.
— Agora, eu to preso e apaixonado. —Levanta a cabeça para poder olhar Demi. — O que eu faço, pequena? — Perguntou desesperado.
— Conta a verdade. Eu não aguento mais isso. Eu to pirando. — Disse com os olhos lacrimejando.
— Ei. — Se levantou e sentou-se ao lado de Demi. — Se agente contar, ela não vai nos perdoar, amor. Vamos esperar mais um pouco. — Passa o polegar na bochecha de Demi limpando algumas lágrimas que insistiram em cair.
— Esperar mais quanto? — Perguntou colocando sua mão por cima da do rapaz.
— Não sei. Talvez meses, ou senão... — Demi o interrompeu.
— Meses? Tá doido. É muito tempo. — Disse levantando-se e indo em direção a janela.
— Vamos esperar. Vamos ser discretos. Quando chegar a hora, quando vermos que tá na hora de contar, agente conta. Tudo bem? — A abraça por trás, apoiando sua cabeça no ombro de Demi.
— Tá bom. — Se vira ficando frente a frente com ele.
— Agora, será que posso te dar um beijo? — Sorriu, colocado suas mãos na cintura fina de Demi a trazendo mais para si.
— Eu tenho namorado sabia? — Disse divertida, colocando suas mãos no peitoral musculoso do rapaz.
— Eu também. — Sorriu. — Mas, só que amo outra. — Sussurrou no ouvido de Demi.
— Eu também. — Coloca suas mãos em volta do pescoço dele.
— Estaremos kit’s então. — Disse rindo.
Demetria sorriu e ficou nas pontas dos pés e encostou seus lábios nos lábios dele. Começando um selinho, que logo tornou-se um beijo. O beijo era calmo, lento, apaixonado e cheio de ternura. Ambos precisava daquele beijo, para saciar o desejo que neles habitava. O beijo que a princípio era calmo e apaixonado, foi tornando-se selvagem e urgente. Suas línguas dançavam em uma sincronia perfeita, se encaixavam perfeitamente.
Demetria puxava os cabelos do rapaz, e ele a puxava mais para si, numa tentativa de aprofundar o beijo. Após minutos beijando-se Demetria separou o beijo com selinhos longos e molhados, e mordendo o lábio inferior dele.
— Eu te amo Demetria. — Disse olhando nos olhos de
Demi, que entrou em pânico
~To Be Continued. 


Hello,
Quem será hein? Quem é a amante do Joe hein?
Deem palpites gente.
Acho que vocês já devem saber quem é a amante do Joe né não? Ah, sei lá. Muito obrigada pelos comentários gente. Obrigada mesmo, fiquei mo feliz.
Comentem para o próximo capítulo ok?!
Beijos meus brigadeirinhos com granulado.

5 comentários:

Taynara Miranda disse...

A DEMI É A AMANTE DO JOE EU SABIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA,PELO AO MENOS EU ACHO QUE SEI!!
PLEASEEEEEEEEEEEEEEEE POSTA MAIS,SE POSSIVEL FAZ UMA MARATONA!!
SOCORROOOOOO QUE PERFEIÇÃOOOOOOOOO......

Lααrıı disse...

Olha quem chegou aqui pra abalar tudo!
heiin posta logo
que eu ameei.
nova seguidora perfeito demais.
Tipo a Demi é a amante do Joe ( Sério Larissa? Descobriu isso sozinha!)
Desculpa pela a idiotice uashuauhs!
AAAAH SEGUE OS MEUS BLOGS?
http://tudoqueeumaisqueroevoce.blogspot.com.br/
http://minifanficsjemi.blogspot.com.br/
http://thevampirediariesjemi.blogspot.com.br/
http://jemiforever-gaabsmusso.blogspot.com.br/
http://amorquematajemi.blogspot.com.br/

karolina disse...

Oizãoooo
CARA EU SABIA
tipo quando eu li os primeiros capítulos eu pensei "pode ser a demi pq n eh tão óbvio mas o n óbvio se torna óbvio então n deve ser" eu juro jsnso
aí no capítulo anterior eu pensei "pode ser uma mulher q n tem nada a ver na história e a vanessa encontra a demi e joe e pensa tudo errado"
aí vc chega com esse capítulo, mesmo n sendo tão surpreendente me surpreendeu kdndosmapmslçslsç
loucura loucura (aí q bosta eu n disse isso)

posta logo
xx

katielly pereira disse...

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH EU SABIA QUE A DEMI ERA A AMANTE...TO AMANDO A HISTORIA,POSTAA LOGOOOOOO

Anônimo disse...

ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhh,eu acho q é a Demi,ta na cara,ai omg
beijemi
xoxo